Loading...

MENSAGEM

terça-feira, 30 de março de 2010

Ás vezes...


Às vezes é melhor deixar o barco correr

Às vezes é melhor não ter o que dizer

Às vezes é melhor não confiar em alguém

Às vezes pode ser um risco a correr...


Sabe aquelas horas que são eternidade

Que trazem só distâncias e nunca a verdade

Sabe aquele medo que não pede licença

Que te soca dormindo, sem tempo de ter reação?

Às vezes é melhor se esconder

Mas como então viver e aprender sem se machucar?


Às vezes eu não quero parar de acreditar

Às vezes da uma vontade louca de parar

Às vezes eu me sinto livre e quero ir pro mar

Às vezes eu não quero nem mesmo pensar...



Catedral

o meu mundo.


«O meu mundo não é como o dos outros,quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa;sou antes uma exaltada,com uma alma intensa, violenta, atormentada,uma alma que não se sente bem onde está,que tem saudade… sei lá de quê!»


Florbela Espanca.