Loading...

MENSAGEM

terça-feira, 25 de agosto de 2009

VELHICE.




OBS:GERALMENTE NESTE BLOG TENHO COLOCADO POSTAGENS QUE NÃO SÃO DE MINHA AUTORIA,MAS AQUI FAÇO UMA ABERTURA E COLOCO UMA POSTAGEM QUE EU ESCREVI.



- Hoje eu vi um velho gari com um rosto desfigurado e parecia cansado.


- Hoje eu vi um velho sendo conduzido por sua filha e parecia inútil.


- Hoje eu vi um velho sentado em uma cadeira com uma bengala na mão e parecia solitário.


- Hoje eu vi um velho viúvo e parecia com saudades.


- Hoje eu vi um velho morto e parecia ...


- Hoje eu me vi velho e perguntei: Como será minha velhice?


- Hoje é o dia de cuidarmos, valorizarmos e amarmos aqueles da terceira idade que estão cansados, se sentindo inúteis, solitários, com saudades e a beira de deixar esta vida.


MARCOS MACIEL SOUSA.



A PESSOA POR DENTRO.


Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Como que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.

Fernando Pessoa

AS CARTAS DE AMOR.

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)


FERNANDO PESSOA.