Loading...

MENSAGEM

quinta-feira, 29 de abril de 2010

recomeço.


Quando o sol bater

Na janela do teu quarto,Lembra e vê

Que o caminho é um só,
Porque esperar

Se podemos começar Tudo de novo?

Agora mesmo,
A humanidade é desumana Mas ainda temos chance,O sol nasce pra todos,Só não sabe quem não quer,
Quando o sol bater Na janela do teu quarto,Lembra e vê Que o caminho é um só,
Até bem pouco tempo atrás,Poderíamos mudar o mundo,Quem roubou nossa coragem?

Tudo é dor,E toda dor vem do desejo,De não sentimos dor,
Quando o sol bater Na janela do teu quarto,Lembra e vê Que o caminho é um só.


LEGIÃO URBANA.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

crescendo com as críticas.


Aprender é preciso. Reconhecer as próprias estultícias, mais ainda. Até porque, como poderemos crescer, mudar, se estivermos engessados e não aceitarmos as críticas que nos dão? Há sempre um fundo de verdade nos maus comentários, por isso estou sempre atenta a eles. Às vezes o que parece ser apenas inveja alheia é um prenúncio de que estamos caminhando por uma rota inadequada.



Juliana DuArte escreve no blog http://saltoalto.2u.blog.br/.

domingo, 25 de abril de 2010

Sonho de uma Flauta .


Nem toda palavra é Aquilo que o dicionário diz Nem todo pedaço de pedra Se parece com tijolo ou com pedra de giz
Avião parece passarinho Que não sabe bater asa Passarinho voando longe Parece borboleta que fugiu de casa
Borboleta parece flor Que o vento tirou pra dançar Flor parece a gente Pois somos semente do que ainda virá


A gente parece formiga Lá de cima do avião O céu parece um chão de areia Parece descanso pra minha oração
A nuvem parece fumaçaTem gente que acha que ela é algodão Algodão as vezes é doce Mas as vezes né doce não


Sonho parece verdade Quando a gente esquece de acordar O dia parece metade Quando a gente acorda e esquece de levantar Hum... E o mundo é perfeito Hum... E o mundo é perfeito E o mundo é perfeito
Eu não pareço meu pai Nem pareço com meu irmão Sei que toda mãe é santa Sei que incerteza traz inspiração


Tem beijo que parece mordida Tem mordida que parece carinho Tem carinho que parece briga Tem briga que aparece pra trazer sorriso
Tem riso que parece choro Tem choro que é por alegria Tem dia que parece noite E a tristeza parece poesia


Tem motivo pra viver de novo Tem o novo que quer ter motivo Tem aquele que parece feio Mas o Coração diz que é o mais Bonito
Descobrir o verdadeiro sentido das coisas É querer saber demais Querer saber demais.


O Teatro Mágico.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

desilgualdade e esperança.


Basta ver a sorte inclemente dos miseráveis para perder o sono. Não é fácil conviver com a desigualdade social que rouba sonhos, tormenta, mata. Mas alegria explode no vértice do sofrimento; bastam o abraço despretensioso do neto, a alegria do casal que adotou, o zelo resiliente da mãe do filho com paralisia cerebral e o trabalho anônimo do voluntário.


ricardo gondim.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Soneto de fidelidade


De tudo ao meu amor serei atento

Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto

Que mesmo em face do maior encanto

Dele se encante mais meu pensamento.


Quero vivê-lo em cada vão momento

E em seu louvor hei de espalhar meu canto

E rir meu riso e derramar meu pranto

Ao seu pesar ou seu contentamento.


E assim, quando mais tarde me procure

Quem sabe a morte, angústia de quem vive

Quem sabe a solidão, fim de quem ama


Eu possa me dizer do amor (que tive):

Que não seja imortal, posto que é chama

Mas que seja infinito enquanto dure.



Vinícius de Moraes

É de coração


Como descrever, como expressar Um amor que vai de Leste a Oeste E nunca mais vai terminar.

Tu me conheces bem, sabes quem eu sou. Não há como me esconder de Ti Sempre sabes onde estou.


É de coração tudo o que eu disser Num hino de louvor a Jesus de Nazaré Se as palavras não mostrarem Como é grande a minha gratidão Mesmo assim, Senhor, recebe o meu louvor É de coração.


Não vou esquecer, não vou desprezar O amor que Tu me revelaste ali pra me resgatar Tu me conheces bem, sabes quem eu sou Não há como me esconder de Ti Sempre sabes onde estou.



É de coração (versão: Gerson Borges)(Listen to our heart – Steven Curtis Chapman/Geoff Moore)



segunda-feira, 12 de abril de 2010

A paixão.


Os instintos são magníficos como força condutora, mas perigosos como guias. A paixão sem a razão é cega, a razão sem a paixão é inativa. As paixões são vícios quando nascem de ideias inadequadas. São virtudes quando nascem de ideias adequadas.


Spinoza.

domingo, 11 de abril de 2010

"abre-te, Sésamo"


"É preciso saber sentir, mas também saber como deixar de sentir, porque se a experiência é sublime pode tornar-se igualmente perigosa. Aprenda a encantar e a desencantar. Observe, estou lhe ensinando qualquer coisa de precioso: a mágica oposta do "abre-te, Sésamo". Para que um sentimento perca o perfume e deixe de intoxicar-nos, nada há de melhor que expô-lo ao sol. "


(Clarice Lispector)

sábado, 10 de abril de 2010

Aqui está minha...


"Aqui está minha vida.Esta areia tão clara com desenhos de andar dedicados ao vento.


Aqui está minha voz,esta concha vazia, sombra de somcurtindo seu próprio lamento


Aqui está minha dor,este coral quebrado,sobrevivendo ao seu patético momento.


Aqui está minha herança,este mar solitárioque de um lado era amor e, de outro, esquecimento".



Cecilia Meireles

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Almas Perfumadas.


Tem gente que tem cheirode passarinho quando canta,de sol quando acorda,de flor quando ri.
Ao lado delas,a gente se sente no balanço de uma redeque dança gostoso numa tarde grande,sem relógio e sem agenda.


Ao lado delas,a gente se sente comendo pipoca na praça,lambuzando o queixo de sorvete,melando os dedos com algodão doceda cor mais doce que tem pra escolher.O tempo é outro.E a vida fica com a cara que ela tem de verdade,mas que a gente desaprende de ver.


Tem gente que tem cheirode colo de Deus,de banho de marquando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas,a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas,a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo,sonhando a maior tolice do mundocom o gozo de quem não liga pra isso.
Ao lado delas,pode ser abril,mas parece manhã de Natal,do tempo em que a gente acordavae encontrava o presente do Papai Noel.


Tem gente que tem cheirodas estrelas que Deus acendeu no céue daquelas que conseguimos acender na Terra.
Ao lado delas,a gente não acha que o amor é possível,a gente tem certeza.
Ao lado delas,a gente se sente visitando um lugar feito de alegria,recebendo um buquê de carinhos,abraçando um filhote de urso panda,tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas,saboreamos a delícia do toque suaveque sua presença sopra no nosso coração.


Tem gente que tem cheirode cafuné sem pressa,do brinquedo que a gente não largava,do acalanto que o silêncio canta,de passeio no jardim.
Ao lado delas,a gente percebe que a sensualidadeé um perfume que vem de dentroe que a atração que realmente nos movenão passa só pelo corpo.Corre em outras veias.Pulsa em outro lugar.
Ao lado delas,a gente lembra que no instante em que rimosDeus está conosco, juntinho, ao nosso lado.E a gente ri grande que nem menino arteiro.
Tem gente como você,que nem percebe como tem a alma perfumadae que esse perfume é dom de Deus.


Carlos Drummond de Andrade.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

o tempo e o rio.


Mas o tempo é como um rio

que caminha para o mar

passa, como passa o passarinho

passa o vento e o desespero

passa como passa a agonia

passa a noite, passa o dia

mesmo o dia derradeiro

ah, todo o tempo há de passar

como passa a mão e o rio

que lavaram teu cabelo.

domingo, 4 de abril de 2010

É o tempo da travessia.


"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, pra sempre, à margem de nós mesmos"


Fernando Pessoa

sábado, 3 de abril de 2010

o caminho.


"O caminho é este.

tem pedra, tem sol,

tem bandido, mocinho

tem você amando, tem você sozinho

é só escolher ou vai, ou fica.

Fui."


(Martha Medeiros)

sexta-feira, 2 de abril de 2010

o que eu queria dizer a todo mundo que me gosta .


Eu apenas queria dizer a todo mundo que me gosta Que hoje eu me gosto muito mais Porque me entendo muito mais também


E que a atitude de recomeçar é todo dia toda hora É se respeitar na sua força e fé E se olhar bem fundo até o dedão do pé


Eu apenas queira que você soubesse Que essa criança brinca nesta roda E não teme o corte de novas feridas Pois tem a saúde que aprendeu com a vida...



(Gonzaguinha)

PACIÊNCIA.


Mesmo quando tudo pede Um pouco mais de calma Até quando o corpo pede Um pouco mais de alma A vida não pára...


Enquanto o tempo Acelera e pede pressa Eu me recuso faço hora Vou na valsa A vida é tão rara...


Enquanto todo mundo Espera a cura do mal E a loucura finge Que isso tudo é normal Eu finjo ter paciência...


O mundo vai girando Cada vez mais veloz A gente espera do mundo E o mundo espera de nós Um pouco mais de paciência...


Será que é tempo Que lhe falta prá perceber?Será que temos esse tempo Prá perder?E quem quer saber?A vida é tão rara Tão rara...



LENINE.

Em que tom queremos viver?


Em que tom queremos viver? (não perguntei como vivemos)Em meios- tons melancólicos, em tons mais claros, com pressa e superficialidae, ou alternando alegria e prazer com momentos profundos e reflexivos.Apenas correndo pela superfície ou de vez em quando mergulhando em águas profundas.Distraídos pelo barulho em torno ou escutando as vozes nas pausas e nos silêncios- a nossa voz, a voz do outro.Nosso tom será o de suspeita e desconfiança ou serão varandas abrindo para a paisagem além de qualquer limite?Parte disso depende de nós. Somos autores de boa parte de nossas escolhas e omissões, audácia ou acomodação,nossa esperança e fraternidade ou nossa desconfiança. O equilíbrio da balança depende muito do que soubermos e quisermos enxergar."


LYA LUFT"

estou feliz onde estou.


"Plantei árvores, tive filhos, escrevi livros,tenho muitos amigos e, sobretudo, gosto de brincar. Que mais posso desejar? Se eu pudesse viver minha vida novamente, eu a viveria como a vivi porque estou feliz onde estou."


Rubem Alves