Loading...

MENSAGEM

sábado, 17 de janeiro de 2009

NÃO SE ACUSTUME COM O INFERNO.


É preciso resistir. Relembrar que nenhum ser humano pode ser diminuído à condição de inseto (uma barata?). Não é possível continuar passando ao largo dos que jazem na estrada entre Jerusalém e Jericó. Rejeitemos as notícias imbecis sobre a vida íntima dos ricos e famosos. Cobremos manchetes mais significativas. Não aceitemos melindres piegas quando circularem na internet fotografias chocantes com o sofrimento de inocentes.


Acostumar-se à guerra é horroroso. Toda a invasão militar é sórdida. Todo o arrazoamento bélico, que desconsidera as pessoas em nome de um projeto político, luciferiano. Nenhuma paz forjada sobre retaliação ou vingança será duradoura. A intolerância fermenta o ódio.


Não podemos tocar as nossas vidas nos blindando. Li em algum lugar, não sei onde, que durante a II Guerra Mundial, C.S. Lewis confrontou os amigos que gostavam de discutir literatura em um Pub de Oxford. “ O que fazemos aqui discutindo literatura, enquanto a Europa arde? Nero não foi um monstro por ter incendiado Roma, mas por tocar violino diante do inferno”.


Que Deus não nos deixe dormir em paz enquanto crianças morrem subnutridas ou estraçalhadas por granadas; que nunca nos acostumemos com o inferno.



parte do texto ''Nunca nos acostumemos com o inferno'' do pastor ricardo gondim.



A VIDA É UMA PEÇA DE TEATRO.


A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios


Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente,


antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.


Charles Chaplin.