Loading...

MENSAGEM

quinta-feira, 10 de março de 2011

Pessimismo poético.


O pior castigo?
Lidar com indecência, não física, mas moral.

O pior desalento?
Esperar que cuspam no rosto mais uma vez.

A pior angústia?
Acreditar que o pior vai acontecer de novo.

A pior desilusão?
O fracasso de sonhos que pareciam nobres.

O pior desespero?
Não encontrar forças para construir outro castelo de areia.

O pior desencanto?
Ver que nem sempre a justiça prevalece.

O pior constrangimento?
Perceber o tempo perdido com pessoas abjetas.

A pior morte?
A de quem ainda vive.



Ricardo Gondim