Loading...

MENSAGEM

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

variação.


Às vezes me sinto qual despedida

Hiato entre o sim e o talvez

Às vezes me sinto feito saudade

Um cheiro de vida e adeus


Às vezes me sinto nublado e frio

Ora completo, ora vazio

Sou dias de flores, de sóis, de amores

Às vezes somente um nó!


Às vezes sou festa, sou dança e canção

Ora se cala o meu coração

Mas todas as vezes, sem variação

Eu sou querido de Deus!


Às vezes sou pedra, coluna e rio

Ora incerteza, vexame e arrepio

Mas todas as vezes, de graça e paixão

Eu sou amado de DeusEu sou um filho de Deus.



marcio cardoso.

Saber Viver.


Saber Viver

Não sei... Se a vida é curta

Ou longa demais pra nós,

Mas sei que nada do que vivemos

Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.


Muitas vezes basta ser:

Colo que acolhe,

Braço que envolve,

Palavra que conforta,

Silêncio que respeita,

Alegria que contagia,

Lágrima que corre,

Olhar que acaricia,

Desejo que sacia,

Amor que promove.


E isso não é coisa de outro mundo,

É o que dá sentido à vida.

É o que faz com que ela

Não seja nem curta,

Nem longa demais,

Mas que seja intensa,

Verdadeira, pura... Enquanto durar



(Cora Coralina)

mais um dia se passou...


Vejo o tempo escapando por entre os meus dedos e isso me abate a alma. Ergo-me da cama assustado: ‘meu Deus, mais um dia se passou, colocando-me a menos um do meu fim. Quem irá cuidar da minha poesia? Quem vai cantar minhas canções quando eu me for? Quem vai traduzir corretamente tudo o que significou esse saco de ossos, nervos e veias que atendia pelo meu nome quando chamado?’

Uma faísca de esperança nasce teimosa, lá no último cômodo da minha alma. Um vento qualquer e travesso pode apagá-la, tão frágil e delicada é sua chama. Não me provoquem! Posso apertá-la entre os dedos, sentindo a dor derradeira de sua queimadura quase insignificante. Depois, ergo-me e vou por aí... Procurando alguma poesia, escondida num canto qualquer e esperando por alguém tão desatento quanto eu, que nela esbarre sem querer...


Allison Ambrosio.