Loading...

MENSAGEM

terça-feira, 4 de maio de 2010

O desprestigio do amor.


"O desprestigio do amor talvez venha da pressa de viver, da urgencia dos dias, da necessidade de "aproveitarmos" cada instante: eh como se o amor fosse um impedimento para o prazer. Francamente, o que se aproveita, de fato, quando nao se sente coisa alguma? A resposta eh: coisa alguma. Do que se conclui que o amor nunca sera cafona, pois nada eh mais revolucionario e poderoso do que o que a gente sente. Nada. Nem mesmo o que a gente pensa."


(Martha Medeiros).