Loading...

MENSAGEM

quinta-feira, 7 de maio de 2009

COMO POSSO DIALOGAR?


Como posso dialogar, se alieno a ignorância, isto é, se a vejo sempre no outro, nunca em mim?


Como posso dialogar, se me admito como um homem diferente, virtuoso por herança, diante dos outros, meros ‘isto’, em quem não reconheço outros eu?


Como posso dialogar, se me sinto participante de um gueto de homens puros, donos da verdade e do saber, para quem todos os que estão fora são ‘essa gente’, ou são ‘nativos inferiores’?


Como posso dialogar, se parto de que a pronúncia do mundo é tarefa dos homens seletos e que a presença das massas na história é sinal de sua deterioração que devo evitar?


Como posso dialogar, se me fecho à contribuição dos outros, que jamais reconheço, e até me sinto ofendido com ela?


Como posso dialogar se temo a superação e se, só em pensar nela, sofro e definho?



PAULO FREIRE.